domingo, 16 de outubro de 2011

Sou apenas um farelo

domingo, 16 de outubro de 2011

Quando penso em tudo que essa vida me levou... O único que consigo fazer é chorar. Parece que não faz sentido tudo isso, o fato de aceitar quedas, buscar se por de pé. Quão vacilante sou, me encontro triste quando penso o sofrimento da minha família. Quero ser forte, sem altivez de espírito. Deus, sei que não é certo questionar suas obras, mas, porque permite que ocorra tudo isso. O invento de coisas horríveis. Quero minha vida de volta, quero retornar ao primeiro amor. Querido DEUS, não me deixe vacilar. Não me deixa ser enganado, esta situação me consome. Chego até a desejar a morte. Por favor, vem com tua misericórdia sobre mim. Minha vida não tem sentido algum. Não sei porque ainda vivo, até sei, há em mim teu fôlego de vida. Até quando me deixará aqui. Porque sou tão fraco. Deus, hoje. Se possível for, no momento em que eu estiver na tua presença, me leva. Já não consigo suportar, minha alma desfalece dentro de si. Já não sinto Teu espírito em mim. Me guarda DEUS.
Diz-me como perseverar, faz com que entenda teu agir, tua vontade. Por favor DEUS. Me leva daqui, me tira teu fôlego de vida, antes que eu mesmo o devolva a Ti. Não quero mais lutar, não quero sofrer, são 6 anos de sofrimento. Se tiver que ficar ao menos outro dia desta forma. Me recuso a isto. Oh Pai de Todas as Nações, Pai de todas as almas, Senhor dos Exércitos, Deus de Vitória. Acaso não desejas Tu que eu vença? Não me deixa fazer isso que tenho pensado. Se há ainda uma saída... Oh! Querido DEUS, me resgata e me livra. Pois sou vazio, não há sonhos em mim, nem perspectiva de uma outra vida. Acaso penso que o que define algo na vida, já não esta por aqui.
Amém

0 comentários: