segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Jovens modernos... juventude desviada...

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Procurando entender um pouco sobre o quê os jovens de hoje vem colocando na cabeça. Sabe logo o que venho a pensar? Infelizmente eles não vem absorvendo nada que seja benéfico, pois muitos aos poucos anos de idade antes mesmo da adolescência sofrem com o descaso do quem deveria ser seu protetor e em casos tanto paterno como materno, com isso acaba desencadeando uma reação contraposta por parte do jovem, se por exemplo eu sou um jovem na qual tenho meus pais, eles me impedem de errar, tem hábitos super-protetores e se preocupam mas com minha matéria que com meu psicológico, por tempo fico a tentar compreende-los, o porque de eles serem assim, me privando de toda curiosidade que tenho, me excluindo do mundo e até mesmo não me dizendo quando ou como devo fazer tais atos, o problema está nos pais de hoje em dia, o momento certo de aplicar algum ensinamento nas mentes desocupadas dos filhos são quando jovens e muito novos, ainda precoce, pois então supondo que eu um pai não faça isso, deixo meu filho ocioso e loucamente curioso para saber o que há mundo a fora, logo ele começa a se soltar, e vendo que sou trabalhador e não dou-lhe a atenção devida ele passa a se sentir solitário e assim ficando vulnerável para a sociedade a fora, outra culpada por tudo que está a ocorrer com a juventude transviada que vemos hoje em todos locais, menores infratores.
Vendo que meu filho começou a se soltar ele se lança nas ruas diretamente, começa a fazer amigos e eu como pai acho bom aquilo, ele costuma me falar bem dos amigos pois já está sendo manipulado e logicamente eu como pai vou acreditar sabiamente nele e ai está o erro, não indico manipular ele e conhecer os pais dos colegas ou coisas do gênero, mas logo em seguida se está a esse caso você já errou, e logo ele vai se misturar e com isso, a escola? Ele talvez nem vá mas, conheceu coisas melhores, não brincou de brinquedo antes e agora vai brincar com uma arma, atrás de adrenalina, a procura de emoção para sua vida monótona, e com isso o caráter que ainda não foi formado passa a se formar uma pessoa fria, calculista com inúmeras capacidades, pois não acredito que exista pessoas que já nasçam gêneticamente para aquilo, como um dom ou coisa do tipo, elas apenas se espelhão em quem está mas perto, um dos atos indicados é escutar os RAP que muitos dizem ser apologia ao crime, mas de fato não são, apenas contam história de jovens talvez negros e como são normalmente suas entradas para o mundo da perdição.
Seu filho passa a ficar rebelde, não lhe respeita mas, chega com objetos em casa e você deixa tudo passar e logo aquele drama psicológico que está a abalar seu filho, ele esta confuso e pronto a topar qualquer coisa pois essa é a hora que a consciência o pega e ele se diz: - “Estou perdido mesmo, agora vamos ferrar tudo mesmo”.
Logo ele passa a conhecer as drogas, e por sua vida nas horas vagas ser uma mera ilusão, uma pura tristeza ele passa a se drogar em busca aquele mundo ilusório, fugindo da realidade, se escondendo em outras ilusões que são os efeitos das drogas, e logo se não for tomado alguma providência, novamente irá se ver nos programas nas quais lucram com a morte alheia.
- Jovem é executado. Familiares dizem que ele era viciado em drogas.

por / jeshua

0 comentários

Jovens modernos... juventude desviada...

Procurando entender um pouco sobre o quê os jovens de hoje vem colocando na cabeça. Sabe logo o que venho a pensar? Infelizmente eles não vem absorvendo nada que seja benéfico, pois muitos aos poucos anos de idade antes mesmo da adolescência sofrem com o descaso do quem deveria ser seu protetor e em casos tanto paterno como materno, com isso acaba desencadeando uma reação contraposta por parte do jovem, se por exemplo eu sou um jovem na qual tenho meus pais, eles me impedem de errar, tem hábitos super-protetores e se preocupam mas com minha matéria que com meu psicológico, por tempo fico a tentar compreende-los, o porque de eles serem assim, me privando de toda curiosidade que tenho, me excluindo do mundo e até mesmo não me dizendo quando ou como devo fazer tais atos, o problema está nos pais de hoje em dia, o momento certo de aplicar algum ensinamento nas mentes desocupadas dos filhos são quando jovens e muito novos, ainda precoce, pois então supondo que eu um pai não faça isso, deixo meu filho ocioso e loucamente curioso para saber o que há mundo a fora, logo ele começa a se soltar, e vendo que sou trabalhador e não dou-lhe a atenção devida ele passa a se sentir solitário e assim ficando vulnerável para a sociedade a fora, outra culpada por tudo que está a ocorrer com a juventude transviada que vemos hoje em todos locais, menores infratores.
Vendo que meu filho começou a se soltar ele se lança nas ruas diretamente, começa a fazer amigos e eu como pai acho bom aquilo, ele costuma me falar bem dos amigos pois já está sendo manipulado e logicamente eu como pai vou acreditar sabiamente nele e ai está o erro, não indico manipular ele e conhecer os pais dos colegas ou coisas do gênero, mas logo em seguida se está a esse caso você já errou, e logo ele vai se misturar e com isso, a escola? Ele talvez nem vá mas, conheceu coisas melhores, não brincou de brinquedo antes e agora vai brincar com uma arma, atrás de adrenalina, a procura de emoção para sua vida monótona, e com isso o caráter que ainda não foi formado passa a se formar uma pessoa fria, calculista com inúmeras capacidades, pois não acredito que exista pessoas que já nasçam gêneticamente para aquilo, como um dom ou coisa do tipo, elas apenas se espelhão em quem está mas perto, um dos atos indicados é escutar os RAP que muitos dizem ser apologia ao crime, mas de fato não são, apenas contam história de jovens talvez negros e como são normalmente suas entradas para o mundo da perdição.
Seu filho passa a ficar rebelde, não lhe respeita mas, chega com objetos em casa e você deixa tudo passar e logo aquele drama psicológico que está a abalar seu filho, ele esta confuso e pronto a topar qualquer coisa pois essa é a hora que a consciência o pega e ele se diz: - “Estou perdido mesmo, agora vamos ferrar tudo mesmo”.
Logo ele passa a conhecer as drogas, e por sua vida nas horas vagas ser uma mera ilusão, uma pura tristeza ele passa a se drogar em busca aquele mundo ilusório, fugindo da realidade, se escondendo em outras ilusões que são os efeitos das drogas, e logo se não for tomado alguma providência, novamente irá se ver nos programas nas quais lucram com a morte alheia.
- Jovem é executado. Familiares dizem que ele era viciado em drogas.

por / jeshua

0 comentários