quarta-feira, 11 de novembro de 2009

de atos aos fatos…

quarta-feira, 11 de novembro de 2009
blog

De fato as coisas não são da forma em que queremos acho que isso todos estamos cegos e cansados de saber.

Esses dias tenho enfrentado cosias que por eu ser quem estou no problemas as cosias acabam se tornando mais difíceis de se superar, aquele velho assunto, você gosta uma pessoa e de fato ela que antes demostrava gostar de você, simplesmente ela some da sua vida, assim sem nem mesmo avisar ou deixar alternativas pra você, e sendo que antes disso os dois já haviam passado diversos momentos, tantos quanto bons quanto ruins, e simplesmente a ingratidão dela e dele também os deixa cada dia mas distantes, e com o passar do tempo eles passam a se sentir mas distantes uns dos outros, mas rivais ou algo parecido, e quanto se dão conta que estão se afastando temporariamente, eu em todos os casos, cegamente achando que tinha tudo sobre controle, que já estava esquecendo-a, até mesmo conseguindo tentar ficar com outras meninas, não ao pé da letra mas vamos dizer ainda cego, ontem fiquei com uma menina, e tipo sabe quando você beija a parede, ou melhor, quando você come algo estragado, você sente aquele gosto ruim, pois foi isso que senti. Claro que ela não tinha mal halito ou coisa assim, apenas sinto faltas dos teus beijos, das tuas caricias, nossos dengos, aqueles tempos em que passamos juntos, sinto falta de tudo, e tenho dias em que meu coração dispara, esses dias tenho sonhado com você, a sua ausência já começou a me machucar cada vez mas, não sei se suporto tudo isso, te quero aqui comigo mas não a tenho, porque seus meios não são os meios que quero para mim, e agora tenho um conflito com minha personalidade, não sei o que realmente quero, a única certeza que tenho é que a quero, como nunca quis algo antes, mas e agora? Eu a perdi? Não consigo entender nada, as coisas estão de um modo sujas, tenho uns problemas, mas claro que não vou deixar publico meus problemas, pois são problemas pelos quais me envergonho, e uma coisa que não esperava era meu próprio irmão me chamar da forma que me chamou hoje. E para o alivio de vocês, certamente meu problema não é homossexualidade, e algo que independente de sexo, atinge cerca de 60% da população jovem! Enfim posso até me arrepender, mas pra que? Não muda nada, nem mesmo me sinto aliviado com meu arrependimento, os atos continua o mesmo, e agora?

Me deparo hoje 10 de novembro de 2009, na qual senti uma tamanha solidão, o dia começou normal, e lá pra mas tardar umas 11horas, comecei a sentir novamente tamanha solidão, sentir falta dela, e o pior de tudo é que tento não me sentir mal, mas percebo, que as coisas estão mudando sem que eu queira, poderia eu ser capaz de amar alguem verdadeiramente? Não sei, mas isso tudo me afeta diretamente, não tenho mas animo para comer, as coisas são não tem o mesmo gosto que tinha quando lhe tinha ao meu lado, apesar de todos os problemas, eu gostava e tentava levar cada dia a frente, e agora não sei qual vai ser minha saída, estou apelando para todos os lados, tenho que me libertar disso, tenho que mudar amadurecer, crescer.

Sinto algo diferente no meu estomago, como se ele se recusasse a comer, como se o mesmo estivesse em greve, coisa do tipo! Eu sinto que não estou bem, como? Não sei eu simplesmente sinto isso! Coisas que antes não sentia, hoje sinto fraqueza, tonturas isso tudo formando um enorme mal estar, e agora o que faço? As coisas são ocultas, essas mudanças no meu organismo estão acontecendo sem nem mesmo eu saber o porque, não sei! Mas estou aguentando ate onde de, espero que de nenhuma forma eu tenha aquela MALDITA e temida por todos, a besta dos 4 continentes, depressão! Não, não quero dar mas trabalho do que já dei, eu tenho força de vontade para continuar, mas não consigo enxergar essas mudanças repentinas, eu estou bem mentalmente, controlado mas como que vou conseguir mandar no meu organismo? Como que vou dizer a ele, oh meu amigo fique forte, eu preciso continuar com minha vida, dar meus passos a frente e não mas olhar para o que aconteceu, para trás! Mas não, ele se recusa, meu deus! Não sei por quem apelar, essas dores nos meus músculos, sera um problema de saúde, essas dores de cabeça repentina, todo esse mal estar, o aumento de meus sonos ou ate mesmo não sei, agora sinto muito sono, não sinto mas necessidades, não sinto mas nada. O que sera que esta acontecendo comigo? O que me afeta agora!

Sem dramatizar as coisas mas que estão, não sei por quem apelar por forças para continuar, queria usar da força de deus. Mas como? Se nem mesmo sinto que tenho tamanha crença nele, então como que vou, como que faço? E da mesma forma que fiz antes? Como que vou ter confiança nele? Em quem devo confiar? É apenas por exemplo, você começa a ir para a igreja e dentre outras atividade, e do nada seus problemas se solucionariam? Ou como isso tudo acontece? Não Preciso encontrar uma saiida!

Queria escrever mas, só que preciso sair do computador!


0 comentários: