domingo, 27 de setembro de 2009

Oposição do pensamento . . .

domingo, 27 de setembro de 2009




Sem muito a acrescentar, noto que eu próprio me questiono acerca de tudo, mas porque tenho eu que duvidar e não apenas a limitar-me a viver tudo tal e qual como é sem questionar? O que realmente acontece, é que pessoas me ajudam e que eu agradeço mesmo embora, mesmo assim, sinto que algo me está a faltar. Sei que, por estas terras a fora, não sou o único com problemas e muitos que estão verdadeiramente mal, nem sequer chamariam problema ao que eu estou a passar, embora eu ainda me queixe. Existe mesmo coisas inexplicáveis ou é tudo apenas da minha cabeça? Eu nunca gostei de ler, é mesmo das coisas que menos gosto na vida, logo não entendo porque ando aqui a escrever, porque escrevo. Será que enquanto escrevo é como se tivesse a desabafar com alguém? Pois visto a partir do momento que venho para casa deixo de ter amigos, apenas vivo eu no mundo que me rodeia, mundo esse a que muitos chamam de quarto. Será que há mais pessoas na mesma situação que eu ou sou eu que estou num canto à parte? E se houver, o que as leva a viver assim? Gostaria de saber, não só pelos outros, mas assim talvez consiga entender-me a mim próprio através das razões dos outros, podendo estas ser diferentes. É que já que a partir de mim não obtenho resposta, procurarei de outra forma, ou simplesmente farei mais uma pergunta: há resposta para tudo isto?


0 comentários: